Blog

Postado em 27 de Agosto às 13h54

Conheça alguns dos melhores destinos de viagem para arquitetos

Viajar é sempre uma oportunidade de visitar lugares novos, relaxar e aprender sobre diferentes culturas e estilos. Para quem trabalha na área de arquitetura e/ou design o momento também oportuniza a troca de experiências, contemplar a composição dos
ambientes e também, estar por dentro das novidades.

Cada lugar é marcado por seu estilo arquitetônico, suas obras e a maneira como incorpora novos elementos e movimentos urbanos. E o arquiteto é o artista que transforma paisagens, conta histórias e dá vida a grandes marcos da humanidade. Pensando nisso, separamos alguns dos melhores destinos de viagem para arquitetos.
Quem sabe você não se inspira para o próximo roteiro de férias?

1. Valência, Espanha


O arquiteto Santiago Calatrava construiu obras riquíssimas ao redor do mundo e deixou um legado em sua cidade natal, Valência - na Espanha. No local, ele construiu um ambicioso complexo com oito construções diferenciadas no espaço denominado Cidade das Artes e Ciências.

As obras de Santiago são ousadas, combinam elementos da natureza e se inspiram na harmonia dos esqueletos para criar construções arrojadas. Ele criou uma síntese entre aço e vidro e foi considerado um dos maiores talentos da Espanha. O espaço criado por ele torna-se uma verdadeira fonte de inspiração para arquitetos. Entre as principais atrações do local estão:


? Museu de Ciências Príncipe Felipe;
? L’Hemisfèric, complexo formado por cinema, planetário e demais ambientes;
? Palacio de les Arts Reina Sofia, espaço criado para promover sessões de ópera house e apresentações teatrais.

2. Milão e Florença, Itália

Milão é uma das cidades consideradas capital da moda. Não é por menos, pois ela é o berço de grandes marcas como Prada, Gucci, Armani, Dolce Gabanna e Valentino. Então, este também é um dos destinos de viagem mais apropriados para arquitetos que buscam aperfeiçoar as ideias.

A cidade realiza anualmente, no mês de abril, a Design Week. O evento reúne as principais tendências de design e decoração do mundo. Milão também é uma localidade rica em cultura, moda e experiências. A Galleria Vittorio Emanuele II, por exemplo, foi desenhada no século XIX e também é uma fonte de inspiração para arquitetos. Além de reunir as marcas famosas como Prada, Gucci e Louis Vuitton, assim como excelentes restaurantes.

Saindo de Milão você pode seguir rumo à Florença, capital da Toscana. A cidade é considerada o berço do Renascimento, movimento que incentivou a produção de obras artísticas. Por isso, Florença reúne importantes obras de Leonardo da Vinci e Michelangelo. Difícil é escolher os principais passeios em um ambiente que apresenta diferentes museus, exemplos de arquitetura gótica e galerias.

3. Paris, França

A cidade tem construções importantes para a área da arquitetura. Os edifícios históricos contam um pouco sobre a história do mundo e encantam quem tem o poder de observação mais apurado.

O Museu Nacional de Arte Moderna, por exemplo, tem uma estrutura metálica e foi assinado pelos arquitetos Renzo Piano e Richard Rogers. E claro, que um dos principais símbolos mundiais da França, a Torre Eiffel, não poderia ficar de fora da visita! A obra foi construída para celebrar os cem anos da Revolução Francesa (1789-1799).

Paris também é considerada uma capital da moda e reúne diferentes eventos durante o ano voltados ao design. Entre eles estão:

? Puces du Design, um museu a céu aberto realizado em outubro;
? Maison & Objet Paris, com feiras em setembro e janeiro.

4. Barcelona, Espanha

A cidade também tem muito a oferecer de conhecimento, beleza e arquitetura. O local abriga o Museu Nacional de Arte da Catalunha, onde é possível compreender todas as referências artísticas e históricas utilizadas para construir o município. Há ainda várias obras arquitetônicas de Gaudí, sendo a principal a Igreja da Sagrada Família.
O Distrito 22@ é outra região de Barcelona que não pode ficar de fora da visita. O local foi revitalizado e hoje atrai milhões de turistas em busca de uma arquitetura modernista. A região abriga incubadoras, centros de pesquisa e serve de inspiração para outros locais que pretendem desenvolver “cidades inteligentes”. Ao visitar o Distrito 22@ não deixe de conhecer também o museu de arte contemporânea Can Framis, que reúne mais de 300 obras.

5. Buenos Aires, Argentina

Este também é um lugar que não pode faltar no seu roteiro de turismo. Buenos Aires é um excelente destino de viagem para arquitetos, pois reúne história e cultura.
O Edifício Kavanagh, por exemplo, apresenta uma arquitetura racionalista e até mesmo uma história de amor e ódio digna de Shakespeare. Corina Kavanagh era filha de uma família rica e tradicional argentina. Jovem, se apaixonou pelo filho da família Anchorena, porém, nunca pode viver seu amor, já que contrariava a vontade dos pais de ambas as famílias. Como forma de protesto, Corina mandou construir um prédio gigantesco, formado por 31 andares, com o único propósito de esconder a Igreja do Santíssimo Sacramento, construída nos anos 1920 para ser usada pelos Anchorena como sepulcro familiar.
A Plaza San Martin, localizada no bairro Palermo Soho, é outro local que reúne uma arquitetura e design contemporâneo. Quem visita o ambiente pode apreciar sua beleza e também desfrutar uma saborosa refeição, pois o espaço é um dos principais polos gastronômicos de Buenos Aires.

6. Singapura

Singapura é considerada uma cidade/estado e sua principal característica é a modernidade. Abriga muitas empresas de tecnologia e, por isso, é um lugar atrativo para investidores e turistas.
Ao visitar o local você pode conhecer o Orchard Bay, região repleta de lojas e prédios diferenciados – excelente opção para arquitetos que gostam de observar construções.
Você ainda pode conhecer o Marina Bay Sands Hotel. Além de lindo, ele tem o incrível observatório de Singapura. Aproveite também para visitar o Museu ArtScience que foi construído em formato de uma flor de lótus. O teto da construção coleta a água da chuva e a direciona até o lago, sendo usada também nos banheiros.
A viagem também pode incluir uma visita ao Museu de Arte de Tel Aviv, o Atarim Square e o Teatro Habima, que são ricos em cultura e beleza arquitetônica.

7. Dubai

Dubai é considerada a “meca” dos maiores escritórios de arquitetura do mundo. Os profissionais estão sempre envolvidos em projetos grandiosos e arrojados, o que resulta em riqueza de detalhes nas construções.
Entre elas estão o Burj Khalifa, que é nada mais, nada menos que o maior prédio do mundo! Com 828 metros de altura, 176 andares divididos entre lojas, escritórios e residências, ainda, abriga a maior plataforma de observação ao ar livre do mundo.
E o Burj Al Arab, que são considerados os cartões postais do local. Conhecido por ser o único hotel “sete estrelas” do mundo, foi construído sobre uma ilha artificial específica para ele, a arquitetura que lembra a vela de um barco abriga inúmeras suítes, entre elas duas presidenciais e duas reais que tem vista panorâmica para o mar, camas giratórias, um controle remoto que permite gerenciar tudo dentro do quarto, inclusive abrir a porta para visitantes sem sair da cama, além de claro, um cinema e um elevador privativo.


Esses são alguns dos melhores destinos de viagem para arquitetos que buscam por cultura, arte, entretenimento e excelentes opções de design para se inspirar.

Já visitou alguns desses locais? Deixe seu comentário e conte como foi a sua experiência!

Veja também

Decoração com plantas: descubra as melhores opções para ambientes fechados18/02 Você sabia que é perfeitamente possível cultivar plantas em ambientes fechados? Além de incorporar beleza e o frescor da natureza ao interior do imóvel, essa atividade pode ser mais simples do que você imagina e ainda é prazerosa e relaxante. As plantas alegram e embelezam o ambiente e ainda melhoram a qualidade do ar. Ficou com vontade de incrementar a......
A conexão dos chapecoenses com a sua Chape09/10/18 Nos anos 70, Santa Catarina ainda era pouco representativa para o cenário nacional do futebol. Havia apenas alguns times amadores e a estrutura do esporte carecia de profissionalização no estado. E foi justamente com foco em reverter esse......

Voltar para Blog